v. 70 n. 277 (2010): Ecologia: o cuidado pela vida

Ecologia: consciência e responsabilidade pelo dom que somos e recebemos! Em comunhão com a Igreja e a ONU (Conferência de Copenhague), ressaltamos neste primeiro fascículo do ano a temática ecológica. Para isso, acolhemos a sugestão da Comissão Teológica Latino-Americana da ASETT (Associação Ecumênica de Teólogos do Terceiro Mundo), sob a orientação de José María Vigil, para fazermos parte de uma minga (palavra quêchua que indica uma tradição de trabalho comunitário para fins sociais e vigente em nosso Continente desde tempos pré-colombianos) de revistas teológicas, com o objetivo de realçar um tema considerado de especial importância e urgência na atualidade e como gesto de responsabilidade partilhada. Constituiu-se, a partir desta sugestão, uma espécie de “fundo” de textos sobre ecologia que, somados aos que as próprias revistas poderiam apresentar, ficaria à disposição das respectivas Redações. Temática, “fundo” comum e liberdade das Redações formaram a base de entendimento para a minga. Portanto, Você pode encontrar outros artigos (alguns, talvez, repetidos) nas seguintes revistas que participam do mutirão (minga): Christus, México (México); Voces del Tiempo, Guatemala (Guatemala); Alternativas, Manágua (Nicarágua); Amigo del Hogar, Santo Domingo (República Dominicana); La Antigua, USMA, Panamá (Panamá); Vínculum, da CRC, Bogotá (Colômbia); Páginas, CEP, Lima (Perú); REB, Petrópolis (Brasil)[1]; Perspectiva Teológica, Belo Horizonte (Brasil); Tiempo Latinoamericano, Córdoba (Argentina); Acción, Assunção (Paraguai); ObSur, Montevideo (Uruguai); Pastoral Popular, Santiago de Chile (Chile).

Participando da evolução da consciência planetária a respeito dos fenômenos sociais e geofísicos que configuram a crise ecológica, Você pode acompanhar, neste fascículo, o apelo ético para que, agora, como nunca antes, cuidemos da Mãe-Terra como expressão da Vida e do Dom que é confiado a toda a humanidade, as dificuldades da tomada de consciência a respeito da partilha da responsabilidade pelo cuidado ecológico e as sinalizações que a nova cosmologia envia às narrativas religiosas. Trata-se de um conjunto de possibilidades e de desafios, que urge aproveitar e administrar com sabedoria. Juan Antonio Mejia Guerra, Gullermo Kerber, José Manuel Fajardo Salinas, Faustino Teixeira, o Celam, Pedro A. Ribeiro de Oliveira, Maria Inês Restrepo Moreno, Juan Jacobo Tancara, Leonardo Boff e José María Vigil nos estimulam nesta missão.

Além disso e em relação ao ano sacerdotal, neste fascículo, Você tem dois destaques: o primeiro é o da eminente figura de São Vicente de Paulo que, mesmo na “altura” dos 350 anos de sua morte, com seu exemplo, orienta os sacerdotes, e a todos, no caminho de Deus e das pessoas, principalmente das mais pobres. Vinícius Augusto Ribeiro Teixeira se encarregou de fazer a reapresentação deste sacerdote, que também se consagrou à adequada formação do clero. O segundo destaque é protagonizado por um estudo sobre as implicações dos condicionamentos dos Seminários, ou de muitos eles ao menos, na formação para o ministério presbiteral. Trata-se de um assunto que merece ser avaliado, visando o ideal de realização humana da pessoa do padre, consagrado a Deus, bem como o caráter religioso do serviço a ser prestado ao Povo de Deus. Sílvio José Benelli é quem nos ajuda nesta avaliação.

Por fim, Antônio Moser traz para nossa consideração não só o fato sociológico do aumento numérico de pessoas idosas na sociedade brasileira, mas, principalmente, a chance e o desafio de iniciativas públicas e privadas, além de eclesiais, para um envelhecimento com qualidade de vida digna do ser humano.

Elói Dionísio Piva ofm

Redator


[1] 1. Na REB, Você pode encontrar outros textos relacionados à ecologia: Vol. 69 (2009) 120-142; 314-328; 425-431; 596-617; 861-884. Vol. 68 (2008) 67-90; 772-802; 807-831. Vol. 67 (2007) 171-181. Vol. 60 (2000) 923-924. Vol. 56 (1996) 85-99. Vol. 52 (1992) 5-22; 23-44; 45-63; 64-74; 75-83; 84-91; 128-135; 692-697; 856-876. Vol. 51 (1991) 167-174; 694-699.

 

Publicado: 2010-02-27

Necrologia

Apreciações

Novidades Editoriais

Pelas Revistas