Sem elas, eles não vivem mais

Sacerdócio, vida consagrada e dependência sexual on-line

  • Ronaldo Zacharias

Resumo

O artigo evidencia por que as redes sociais se tornaram um dos “nós” do processo de formação à vida sacerdotal e consagrada e o que se deve ter presente para poder “desatá-lo”. Especial atenção é dada ao uso patológico de tais redes, sobretudo à dependência sexual on-line. Alguns desafios são propostos para que as redes sociais sejam integradas no processo formativo e as pessoas sejam formadas para uma verdadeira cidadania digital, único modo de evitar que seu uso seja patológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-12-10
Como Citar
Zacharias, R. (2020). Sem elas, eles não vivem mais: Sacerdócio, vida consagrada e dependência sexual on-line. Revista Eclesiástica Brasileira, 80(317), 519-545. https://doi.org/10.29386/reb.v80i317.2237