A vida no horizonte do mistério do sentido

  • Rita de Cássia Rosada Lemos Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Antropologia, Relação, Deus-Trindade, Sentido da vida.

Resumo

O sentido da vida e a vida em seu sentido, o ser humano em busca de sua plenitude: eis o tema desta reflexão. O artigo quer trazer à tona o humano mistério do sentido da vida. Destacam-se três dinamismos reveladores de vida, que será lida numa trilogia: trata-se do dinamismo de ser humano, polo de diálogo com a natureza, com o outro e com Deus. A analogia com o Pai, fonte de tudo, mostra o dinamismo de ser pessoa, possibilidade de relação, de ser o outro de algum modo. A analogia com o Filho, no aspecto da encarnação, mostra o dinamismo de ser presença transformadora na história. A experiência de sentido, de lucidez, significação e finalidade vem da analogia com o Espírito iluminador e o dinamismo de partilhar a luz com os outros.

in search for its fullness: this is the theme of this reflection. The article wants to bring up the human mystery of the meaning of life. Three dynamisms reveal life that will be read in a trilogy: it is the dynamism of being human, pole of dialogue with nature, with the other and with God. The analogy with the Father, the source of everything, shows the dynamism of being a Person, the possibility of relationship, of being the other in some way. The analogy with the Son, in the aspect of the incarnation, shows the dynamism of being a transforming presence in history. The experience of meaning, lucidity, meaning and purpose comes from the analogy with the enlightening Spirit and the dynamism of sharing light with the others.

Keyword: Anthropology; Relationship; God-Trinity; Sense of Life.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita de Cássia Rosada Lemos, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
A Autora doutorou-se em Teologia sistemática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2016), onde também tinha obtido o mestrado, na mesma área, em 2011. Anteriormente tinha-se graduado em Ciências pela Universidade Vale do Rio Doce (1989) e em Teologia pelo Instituto Santo Tomás de Aquino (Belo Horizonte, 2005); e obteve capacitação de Tutores em EAD na Plataforma Moodle (2014). Tem experiência na área de Teologia e Espiritualidade, com ênfase em Antropologia e Ética, atuando principalmente nos seguintes temas: fé cristã, sentido da vida, experiência de Deus e ética.

Referências

AGOSTINHO, Santo. Confissões. Petrópolis: Vozes, 2015.

BOFF, L. O Evangelho do Cristo cósmico. A realidade de um mito. O mito de uma realidade. Petrópolis: Vozes, 1971.

_______. Jesus Cristo libertador: ensaio de cristologia crítica para o nosso tempo. Petrópolis: Vozes, 1972.

_______. O destino do homem e do mundo. Ensaio sobre a vocação humana. Petrópolis: Vozes, 1976.

_______. Paixão de Cristo, paixão do mundo. Os fatos, as interpretações e o significado ontem e hoje. Petrópolis: Vozes, 1978.

_______. A Trindade, a sociedade e a libertação. Petrópolis: Vozes, 1986.

_______. Dignitas terrae. Ecologia: grito da terra, grito dos pobres. São Paulo: Ática, 1995.

_______. A águia e a galinha: uma metáfora da condição humana. Petrópolis: Vozes, 1997.

_______. Ética da vida. Rio de Janeiro, Sextante, 2005.

_______. O despertar da águia: o dia-bólico e o sim-bólico na construção da realidade. Petrópolis: Vozes, 2009.

_______. Experimentar Deus: a transparência de todas as coisas. Petrópolis: Vozes, 2012.

CAVALCANTI, T.M.P. Relações interpessoais em uma narrativa do Evangelho de Marcos. Atualidade Teológica, Rio de Janeiro, v. 6, n. 12, 2002. CONCÍLIO VATICANO II. Constituição dogmática Gaudium et Spes.

DE WAELHENS, A. et alii. Etudes d’anthropologie philosophique. T. I, Louvain-la Neuve; Paris: J. Vrin-Peeters; Institut Supérieur de Philosophie, 1980 (Coll. Bibliothèque philosophique de Louvain, no. 28).

DI BERARDINO, A. Dicionário patrístico e de antiguidades cristãs. Petrópolis; São Paulo: Vozes; Paulus, 2002.

GONZÁLES BUELTA, B. O rosto feminino do reino: rezando com Jesus e as mulheres. Juiz de Fora: Subiaco, 2007.

GUTIERREZ, G. O Deus da vida. São Paulo: Loyola, 1990.

JOÃO DAMASCENO, S. La foi orthodoxe: 1-44. Paris: Cerf, 2010.

MOLTMANN, J. Deus na criação: doutrina ecológica da criação. Petrópolis: Vozes, 1992.

_______. Trindade e Reino de Deus. Uma contribuição para a Teologia. São Paulo: Vozes, 2011.

MORIN, E. O método VI: ética. Porto Alegre: Sulina, 2007.

PALACIO, C. Jesus Cristo. História e interpretação. São Paulo: Loyola, 1979.

RATZINGER, J. Introdução ao cristianismo. Preleções sobre o Símbolo apostólico. São Paulo: Herder, 1970.

SMULDERS, P. A visão de Teilhard de Chardin. Petrópolis: Vozes, 1969.

SOBRINO, J. Jesus, o libertador. A história de Jesus de Nazaré. São Paulo: Vozes, 1994.

TANZELLA-NITTI, G. Teologia e scienza. Le ragioni di un dialogo. Milano: Paoline, 2013.

Publicado
2019-02-05
Como Citar
Lemos, R. de C. R. (2019). A vida no horizonte do mistério do sentido. Revista Eclesiástica Brasileira, 78(310), 482-509. https://doi.org/10.29386/reb.v78i310.799