Identidade cristã

  • Valfredo Tepe

Resumo

Os critérios da “identidade cristã” devem ter caráter global, abarcando todos os cristãos e distinguindo-os dos que não o são. O mistério trinitário e o discipulado de Cristo satisfazem esta exigência. E discípulo quem crê em Jesus e o ama acima de tudo. Todos os discípulos são iguais, embora com carismas e funções diferentes. A diferença entre “discípulos missionários” e “discípulos caseiros”, do tempo de Jesus, se transformou, no correr da história, em polarização. Os “discípulos caseiros”, os “leigos”, se viram reduzidos a uma categoria secundária. Restabelecida a igual dignidade e vocação, descobre-se hoje o protagonismo evangelizador dos leigos, mais diretamente inseridos na sociedade humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1999-03-31
Como Citar
Tepe, V. (1999). Identidade cristã. Revista Eclesiástica Brasileira, 59(233), 5-29. https://doi.org/10.29386/reb.v59i233.2321