A encarnação de Jesus na ótica de gênero

  • Rogério Luiz Zanini ITEPA (Passo Fundo – RS)
Palavras-chave: Jesus, Gênero, Discipulado de iguais

Resumo

Síntese: Ao pensar ou repensar a encarnação de Jesus, sua masculinidade pode se constituir numa questão. As teólogas feministas começaram a utilizar a dimensão de gênero como categoria de análise dentro de um princípio metodológico de desconstrução e reconstrução, juntamente com a “hermenêutica da suspeita”. Descobrem que a humanidade de Jesus é essencial para seu papel salvífico e reconhecem nitidamente que Jesus de Nazaré pertence ao sexo masculino. No entanto, nunca sugerem que é a masculinidade de Cristo que une os humanos com Deus de maneira salvífica. O ministério inclusivo do Reino de Deus, pregado por Jesus, questionou muitos estereótipos de gênero de seu tempo e ainda anuncia um ideal inclusivo de Igreja na qual “não há judeu nem grego, nem escravo nem livre, nem homem nem mulher...” (Gl 3,28). E a conclusão a que chegamos é a de que a fé num Deus identificado puramente com o masculino é incompatível com a revelação cristã e sua proposta de amor totalizante e universal.

Palavras-chave: Jesus. Gênero. Discipulado de iguais.

Abstract: When thinking or rethinking the incarnation of Jesus, his masculinity may become an issue. Feminist theologians have begun to use the gender dimension as an analytical category within a methodological principle of deconstruction and reconstruction, together with the “hermeneutics of suspicion”. They discovered that the humanity of Jesus is essential to his salvific role and recognize clearly that Jesus of Nazareth belongs to the male gender. However, they never suggest that it is Christ’s masculinity that unites the human beings with God in a salvific way. The inclusive ministry of the Kingdom of God preached by Jesus, questioned many gender stereotypes of his time and also announced an ideal inclusive church in which “there is neither Jew nor Greek, neither slave nor free man, neither male nor female ...” (Gal 3:28). And the conclusion we reached is that the faith in a God that is purely identified with the male gender is incompatible with the Christian revelation and its proposal of a totalizing and universal love.

Keywords: Jesus. Genre. Discipleship of equals

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rogério Luiz Zanini, ITEPA (Passo Fundo – RS)
Padre da Diocese de Chapecó, vigário paroquial da Paróquia Santo Antônio, professor do ITEPA (Passo Fundo – RS) e mestre em Teologia pela PUC do RS.
Publicado
2016-08-09
Como Citar
Zanini, R. L. (2016). A encarnação de Jesus na ótica de gênero. Revista Eclesiástica Brasileira, 76(303), 576-596. https://doi.org/10.29386/reb.v76i303.175