Francisco de Assis e Simone Weil: humanismo cristão e mística da pobreza

Maria Clara Lucchetti Bingemer

Resumo


Síntese: Este artigo procura refletir sobre a mística da pobreza que viveu o Poverello de Assis e que fascinou sete séculos depois a filósofa francesa. Sua intenção é mostrar como essa mística não é propriedade nem de Francisco nem de Simone, mas se radica no coração do Evangelho. Primeiramente, portanto, examinaremos rapidamente como a Escritura neotestamentária apresenta a pobreza como um desafio e um convite. Em seguida, veremos como se deu o encontro de Simone Weil com Francisco de Assis e o impacto que este encontro teve em sua vida. A seguir, veremos como a mística da pobreza que vivia Francisco foi assimilada e seguida por Simone e como esta mística se tornou para ela – tal como antes fora para ele – um ideal de vida, uma condição para a vivência de uma autêntica e humanizadora liberdade e uma possibilidade de comunhão e união com a beleza do mundo e a dimensão poética da existência. Ao final, veremos como ambos, Francisco e Simone, são atraídos apaixonadamente pela Cruz e, sobretudo pelo Crucificado, onde veem e percebem a culminância da vida humana feita para a comunhão com o verdadeiro Deus.

Palavras-chave: Simone Weil. Francisco de Assis. Mística da Pobreza. Humanismo cristão. Poética.

Abstract: This paper attempts to reflect on the mystique of the poverty experienced by the Poverello of Assisi, a poverty that, seven centuries later, fascinated the French philosopher. Its intention is to show how this mystique is not Francis’ or Simone’s: it is rooted in the heart of the Gospel. Therefore, we will start by briefly examining how the New Testament presents poverty as a challenge and as an invitation. Next, we will see how the encounter between Simone Weil and Francis of Assisi occurred and the impact that meeting had in her life. Then, we will see how the mystique of poverty experienced by Francis was assimilated and followed by Simone, and how this mystique became for her – as it had become for him earlier – an ideal of life, a condition for the experience of an authentic and humanizing freedom and a possibility of communion and unity with the beauty of the world and the poetic dimension of the existence. Finally, we will see how both Francis and Simone are passionately attracted by the Cross and especially by the Crucified One, where they see and perceive the culmination of human life made for a communion with the true God.

Keywords: Simone Weil. Francis of Assisi. Mystique of Poverty. Christian Humanism. Poetic.


Palavras-chave


Simone Weil; Francisco de Assis; Mística da Pobreza; Humanismo cristão; Poética

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29386/reb.v75i297.371

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Eclesiástica Brasileira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Instituto Teológico Franciscano
Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil