Sacramentos. Entre a prática eclesial e o sentimento antropológico

Welder Lancieri Marchini, Volney José Berkenbrok

Resumo


Os sacramentos fazem parte da vida do cristianismo desde as primeiras comunidades cristãs, mesmo que o entendimento da experiência e da teologia sacramental tenha acompanhado os tempos e o decurso da história. As comunidades eclesiais hodiernas encontram, na prática da administração dos sacramentos, motivações distintas que vão desde a perspectiva ritual e teológica, concebida pela Igreja católica, até os critérios da vivência e convivência. Identificar as consonâncias e dissonâncias presentes nas perspectivas teológicas, rituais e vivenciais dos sacramentos torna-se o objetivo deste artigo, que entende que tanto a comunidade eclesial como o cristão podem assumir diferentes perspectivas na vivência dos sacramentos.

Abstract: The sacraments have been part of the life of Christianity since the earliest Christian communities, even though the understanding of experience and sacramental theology has accompanied the times and the course of history. The ecclesial communities of today find, in the practice of the administration of the sacraments, different motivations ranging from the ritual and theological perspective, conceived by the Catholic Church, to the criteria of living and coexistence. Identifying the consonances and dissonances present in the theological, ritual and experiential perspectives of the sacraments becomes the objective of this article, which understands that both the ecclesial and Christian communities can assume different perspectives in the life of the sacraments.

Keywords: Christian initiation; Rite of passage; Baptism; sacramental theology.


Palavras-chave


Iniciação cristã; Rito de passagem; Batismo; Teologia sacramental.

Texto completo:

PDF

Referências


ALDAZÁBAL, J. A eucaristia. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 2010.

BERKENBROCK, V.J. A festa nas religiões afro-brasileiras. In: PASSOS, M. A Festa na Vida. Petrópolis: Vozes, 2002. p. 191-221.

_______. O rito e o refazer a realidade. In: DAIBERT JR., R.; FLORIANO, M. da G.; BERKENBROCK, V.J. A mão que costura o vento. Juiz de Fora: UFJF, 2015. p. 263-288.

BHABHA, H. O local da cultura. 2 ed. Belo Horizonte: UFMG, 2013.

CODINA, V.; IRARRAZAVAL, D. Sacramentos de iniciação: água e espírito de liberdade. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1991 (Coleção Teologia e libertação).

DA MATTA, R. O carnaval como rito de passagem. In: ID. Ensaios de Antropologia estrutural. Petrópolis: Vozes, 1973. p. 121-168.

DE SIMONE, R.J. Batismo. III. Controvérsia. In: BERNARDINO, A. di. Dicionário Patrístico e de Antiguidades Cristãs. Petrópolis: Vozes, 2002. p. 220-221.

DIDAQUÉ: O catecismo dos primeiros cristãos para as comunidades de hoje. 8. ed. São Paulo: Paulus, 1989.

DURKHEIM, E. As formas elementares da vida religiosa. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

ELIADE, M. O Sagrado e o Profano. São Paulo: Martins Fontes, 1999. _______. Tratado de História das Religiões. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

FRANGIOTTI, R. História das Heresias. São Paulo: Paulus, 1995.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

MARCHINI, W.L. Paróquias urbanas: entender para participar. Aparecida: Santuário, 2017.

OÑATIBIA, I. Batismo e confirmação: sacramentos de iniciação. São Paulo: Paulinas, 2007 (Coleção Sacramentos e sacramentais).

RIVIÈRE, C. Os ritos profanos. Petrópolis: Vozes, 1996.

TABORDA, F. Sacramentos, práxis e festa: para uma teologia latino-americana dos sacramentos. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1990.

_______. A constituição Sacrosanctum Concilium sobre a renovação da liturgia: avanços e perspectivas. Horizonte Teológico, Belo Horizonte, v. 12, n. 23, p. 9-38, 2013. Disponível em: . Acesso em: 12/05/2019.

TOLRA, P.L.; WARNIER, J. Etnologia – antropologia. Petrópolis: Vozes, 1997.

TOURAINE, A. Crítica da modernidade. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 2009.

_______. Poderemos viver juntos? Iguais e diferentes. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

TURNER, V.W. O processo ritual: estrutura e antiestrutura. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2013 (Coleção Antropologia).

VAN GENNEP, A. Os ritos de passagem. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2013 (Coleção Antropologia).




DOI: http://dx.doi.org/10.29386/reb.v79i312.1813

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Eclesiástica Brasileira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Instituto Teológico Franciscano
Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil