Gestão e espiritualidade: fascínio e possibilidades do poder

Afonso Murad

Resumo


Quais são as armadilhas do poder, que tentam os corações daqueles que exercem a missão de animação e governo? Como o ser humano, a partir de uma espiritualidade lúcida e de atitudes pessoais e coletivas, vence estas tentações? O autor responde a estas e outras questões afins, tendo como pano de fundo a tensão produtiva entre mística e gestão (management), que caracteriza o líder cristão, ao atuar na Igreja e na sociedade. Sem oferecer repostas definitivas, traça um perfil da liderança cristã animada pela fé, através da qual aprende-se a lidar com suas ambigüidades.

Abstract: Which are the traps of power that tempt the hearts of those who have the mission of encouragement and government? How does the human being, who has a lucid spirituality, and personal and collective attitudes, beat these temptations? The author answers these and other similar subjects, having as backgroud the productive tension between mystic and management, which characterizes the Christian leader, when acting both in the Church and society. Without offering definite answers, he traces a profile of the Christian leadership encouraged by faith, through which one learns how to deal with its ambiguities.


Palavras-chave


Espiritualidade; Poder.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29386/reb.v65i259.1642

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Eclesiástica Brasileira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Instituto Teológico Franciscano
Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil