A importância da pastoral familiar. Ecos do Sínodo dos Bispos de 2015

Antônio Moser

Resumo


Síntese: Mais do que o Sínodo de 2014, também sobre a família, o Sínodo de 2015 provocou expectativas. Mas estas se desfizeram rapidamente. Mesmo no âmbito eclesial o impacto parece ter sido menor do que o devido. Daí a razão destes “Ecos”. Ainda que tenham surgido divergências e algumas tensões no início, aos poucos elas foram diminuindo, oferecendo como maior ganho não um texto, mas um novo contexto de Igreja. Com habilidade, longe de casuísmos legalistas, foram apresentados desafios de uma pastoral familiar. Escutar, discernir, evangelizar foram três palavras-chave para reforçar a face acolhedora da Igreja, justamente para os que se sentem mais angustiados e marginalizados até pelos próprios ministros. Nem tudo foi dito, mas uma coisa ficou evidenciada: com este Sínodo, a Pastoral Familiar pode receber um novo impulso, desde que o documento seja lido com inteligência e abertura.

Palavras-chave: Pastoral Familiar. Sínodo dos Bispos 2015. Descentralização. Discernimento. Acolhida.

Abstract: More than the 2014 Synod, that was also about the family, the 2015 Synod created many expectations. But these quickly faded away. Even in the ecclesial area the impact seems to have been smaller than it should have been. Hence the reason for these “Echoes”. Although differences and some tension have arisen at first, they gradually dwindled and offered as its greatest gain not a text, but a new church context. With skill, far from legalistic casuistry, challenges of a familiar ministry were presented. Listen, discern, evangelize were three key words to strengthen the friendly face of the Church, precisely for those who feel more distressed and marginalized even by the ministers themselves. Not everything has been said, but one thing became evident: with this Synod, the Family Ministry can receive a new impetus, as long as the document is read with intelligence and openness.

Keywords: Family Ministry. Synod of Bishops 2015. Decentralization. Discernment. Friendly.

Palavras-chave


Pastoral Familiar; Sínodo dos Bispos 2015; Descentralização; Discernimento; Acolhida

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29386/reb.v76i302.199

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Eclesiástica Brasileira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Instituto Teológico Franciscano
Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil