Formação nos seminários. Condicionamentos e problemas comuns

Silvio José Benelli

Resumo


Neste artigo apresentamos uma revisão bibliográfica que inclui diversos estudos produzidos por pesquisadores católicos. As pesquisas que resumimos e comentamos são relativas ao tema da formação tanto do clero diocesano quanto dos religiosos. Procuramos responder à seguinte questão: será que há problemas comuns na área da formação dos seminaristas diocesanos e dos religiosos? O resultado pareceu-nos surpreendente: notamos uma grande semelhança nos dados levantados por diversas pesquisas independentes. O diagnóstico revela uma problemática comum, focalizada no estabelecimento de formação e nos seus modos de funcionamentos automáticos. Mas também observamos um limite nas teorias utilizadas para buscar compreender e eventualmente procurar soluções ou encaminhamento para as dificuldades. Embora já esteja presente de modo inicial entre os religiosos, uma abordagem institucional nos parece interessante para o estudo e o equacionamento dos impasses formativos.

Abstract: In this article we present a bibliographic review that includes various studies produced by Catholic researchers. The pieces of research we summarize and comment are related to the training both of the Diocesan clergy and of the members of religious orders. We tried to answer the following question: are there common problems in the training of Diocesan and religious seminarists? The findings surprised us: we observed a strong similarity between the data found by various independent research projects. The diagnosis reveals a common problem, centred on the training institutions and on their systems of automatic operation. But we also observed limitations in the theories used to try to understand and eventually to directly solve – or seek solutions elsewhere for – the difficulties. Although an institutional approach is already present in an embryonic form among the members of religious orders, we believe that it would be interesting for studying and equating the training impasses.

Palavras-chave


Clero; Seminários.

Texto completo:

PDF

Referências


AGÊNCIA DE NOTÍCIAS ZENIT, Seminário: qual o tripé de apoio – entrevista com D. Anuar Battisti, em: REB 66 (2006) 957-959.

ANTONIAZZI, A., Presbíteros: o desafio da mudança, em: CNBB, Vida e ministério dos presbíteros: tema central da 42ª assembléia geral da CNBB, Paulus, São Paulo 2004, p. 40-83.

ANJOS, M.F. (org.), Novas gerações e Vida Religiosa: pesquisa e análises prospectivas sobre a Vida Religiosa no Brasil, 2ª ed., Santuário, Aparecida 2004. BAREMBLITT, G.F. (org.), Compêndio de análise institucional e outras correntes: teoria e prática, Record/Rosa dos Tempos, Rio de Janeiro 1998.

BARUS-MICHEL, J., O sujeito social, PUC-Minas, Belo Horizonte 2004.

BENEDETTI, L.R., O “novo clero”: arcaico ou moderno?, em: REB 59 (1999) 88-126.

BENELLI, S.J., A instituição total como agência de produção de subjetividade na sociedade disciplinar, em: Estudos de Psicologia, 21 (2004) 237-252.

______, Pescadores de homens: estudo psicossocial de um seminário católico, UNESP, São Paulo 2006a.

______, Paradigmas eclesiais e pedagógicos na formação sacerdotal institucional: uma investigação em Psicologia Social, em: REB 66 (2006b) 807-841.

______, A produção da subjetividade na formação contemporânea do clero católico. Tese de doutorado em Psicologia Social pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, São Paulo 2007, inédita.

______, /COSTA-ROSA, A., Movimentos religiosos totalitários católicos: efeitos em termos de produção de subjetividade, em: Estudos de Psicologia 23 (2006) 339-358.

BINGEMER, M.C.L., O presbítero: ungido, poeta e servidor, em: CNBB, Vida e ministério dos presbíteros: tema central da 42ª assembléia geral da CNBB, Paulus, São Paulo 2004, p. 105-124.

BOCK, A.M.B., A Psicologia Sócio-histórica: uma perspectiva crítica, em: BOCK, A.M.B./GONÇALVES, M.G./FURTADO, O. (orgs.), Psicologia Sóciohistórica: uma perspectiva crítica em psicologia, Cortez, São Paulo 2002, p. 15-36.

CNBB, Formação dos presbíteros da igreja no Brasil: diretrizes básicas. Paulinas, São Paulo 1995.

______, Vida e ministério dos presbíteros: tema central da 42ª assembléia geral da CNBB, Paulus, São Paulo 2004.

COZZENS, D.B., A face mutante do sacerdócio. Reflexão sobre a crise da alma do sacerdote, Loyola, São Paulo 2001.

_____, Silêncio sagrado: negação e crise na Igreja, Loyola, São Paulo 2004.

FERREIRA, C.A. Das utopias religiosas às ilusões perdidas: memória de jovens católicos, em: ANJOS, M.F. (org.), Novas gerações e Vida Religiosa: pesquisa e análises prospectivas sobre a Vida Religiosa no Brasil, 2ª ed., Santuário, Aparecida 2004, p. 99-113.

FOUCAULT, M., Vigiar e punir: nascimento da prisão, 21ª ed., Vozes, Petrópolis 1999.

GOFFMAN, E., Manicômios, prisões e conventos, 2ª ed., Perspectiva, São Paulo 1987 (original, de 1961).

HARRER, H., Sete anos no Tibet, L&PM, Porto Alegre 1999.

JOÃO PAULO II, Sobre a formação dos sacerdotes: pastores dabo vobis, Paulinas, São Paulo 1992.

LIBANIO, J.B., Olhando para o futuro: prospectivas teológicas e pastorais do Cristianismo na América Latina, Loyola, São Paulo 2003.

______, Impactos da realidade sociocultural e religiosa sobre a vida consagrada a partir da América Latina. Busca de respostas, em: Perspectiva Teológica 37 (2005) 55-88.

LOSADA, M./ LAPENTA, V.H.S./ SÁ, O./ ALMEIDA, D.B., A Vida Religiosa enquanto instituição: leitura psicológica, Publicações da CRB/Loyola, Rio de Janeiro 1999.

MARMILICZ,A., O ambiente educativo nos seminários maiores do Brasil: teoria e prática, Vicentina, Curitiba 2003.

MEDEIROS, K.M.C./FERNANDES, S.R.A. (orgs.), O padre no Brasil: interpelações, dilemas e esperanças, Loyola, São Paulo 2005.

MÉZERVILLE, G., Maturidade Sacerdotal e religiosa: um enfoque integrado entre psicologia e magistério, Paulus, São Paulo 2000.

NOUWEN, H.J.M., Intimidade: ensaios de psicologia pastoral, Loyola, São Paulo 2001.

OSIB, A formação presbiteral: memórias e perspectivas, OSIB, Brasília 2004.

PEREIRA, W.C.C., A formação religiosa em questão, Vozes, Petrópolis 2004.

______, (org.), Análise institucional na vida Religiosa consagrada, CRB, Belo Horizonte 2005.

RIBEIRO, J.U., Diário do farol, Nova Fronteira, Rio de Janeiro 2002.

RIZZUTO, A.M., La crisis en la Iglesia en los Estados Unidos. Documentos de Trabalho, Córdoba 2003, disponível em: , acesso em 10/09/2005.

VALLE, E. (org.), Padre: você é feliz? Uma sondagem psicossocial sobre a realização pessoal dos presbíteros do Brasil, CNBB/CNP/Loyola, Brasília 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.29386/reb.v70i278.1171

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Eclesiástica Brasileira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Instituto Teológico Franciscano
Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil